Barack Obama enviará alertas de texto de terrorismo para todos os telefones dos EUA.


 O presidente Barack Obama será capaz de enviar a qualquer telefone móvel nos Estados Unidos um aviso em mensagem de texto de qualquer perigo iminente, de um ataque terrorista a um desastre natural, segundo os planos anunciados na terça-feira (10/05).

 A partir do próximo ano, os novos telefones e outros dispositivos portáteis serão obrigados a estar equipados com chips especiais para receber os alertas, que também serão enviados pelas autoridades estaduais e locais. Os usuários serão capazes de optar por qualquer tipo de alerta, exceto os do presidente, informou a Comissão Federal de Comunicações.
 O sistema irá incluir alertas sobre crianças desaparecidas e substituirá todo o tráfego de outro telefone para evitar atrasos.
 Obama, que foi apelidado de “texter-em-chefe”, graças à sua devoção a seu BlackBerry e uso pesado de mensagens de texto durante a sua campanha de 2008, pode ter de enfrentar as críticas dos liberais para o caráter obrigatório das indicações presidenciais.
 Mas os funcionários vêem o sistema, conhecido como Rede de Alerta Localizada Pessoal, ou Plano, como uma progressão lógica de alertar o público através do rádio e da televisão.
 “A lição que foi reforçada em 11/09 é a importância de obter informações claras e precisas ao público durante uma crise”, afirmou Michael Bloomberg, prefeito de Nova York, onde o sistema será implantado no próximo ano em primeiro lugar. O sistema será transferido para Washington, e mais outras grandes cidades.