Israel prepara-se para um ataque de míssil em massa


 Israel pode sofrer uma série de ataques de míssil verdadeiramente duradoura e doentia. Por todo o território do país cada dia ao longo de dois meses podem explodir até a 300 mísseis israelenses Shabab-3 e mísseis sírios Scud C. Como informa o jornal  Jerusalem Post, a situação foi avaliada assim pelo comando supremo do Exército de Israel.
 Pela primeira vez os militares dizem que a capital do país Jerusalém também arrisca a ser alvo de mísseis. Anteriormente, considerava-se que a existência de um número significativo da população árabe e  monumentos sagrados muçulmanos ia salvar a cidade contra ataques de mísseis.
 Israel espera conseguir ter criado e instalado antes do início do conflito potencial um número suficiente de baterias de defesa antimíssil em volta das grandes cidades. Contudo, isso não irá acontecer antes do fim do ano 2013 e os sistemas de defesa antimíssil existentes não garantem uma defesa completa em caso de um ataque de míssil em massa.
Fonte: Voz da Rússia.