Ataques aéreos da OTAN atrasam estabilidade no Afeganistão.


Os ataques aéreos ‘errôneos’ das forças de coalisão internacional no Afeganistão minam os esforços de estabilização neste país, declarou o Ministério de Assuntos Exteriores da Rússia em um comunicado.

“São erros que impedem os esforços de estabilização no Afeganistão especialmente à luz do processo de transferência da responsabilidade pela segurança ao Governo afegão”, indica a nota.

Segundo dados da chancelaria russa, somente em maio morreram mais de 30 civis afegãos por causa de ataques ‘errados’ da aliança em distintas regiões do país.

A Força Internacional de Assistência para a Segurança (ISAF), sob o comando da OTAN, realiza desde 2001 a operação Libertade Duradoura no Afeganistão. A ISAF deve entregar o controle sobre a segurança no país até 2014.

A situação atual no Afeganistão será um dos temas chaves do encontro da OTAN fixado para os dias 20 e 21 de maio em Chicago. O presidente afegão, Hamid Karzai, declarou a RIA Novosti que os países membros da OTAN deverão aprovar em Chicago uma ajuda financeira de mais de US$ 4. Bilhões ao Afeganistão.

fonte: Ria Novosti