Irã reforça seu potencial naval no Golfo Pérsico.


iran-navy

Irã reforçou seu potencial naval no Golfo Pérsico com a incorporação de uma nova fragata lança-mísseis, dois submarinos ligeiros e dois aerodeslizadores, segundo a imprensa iraniana.

A fragata lança-mísseis Sina-7 foi lançada no decorrer de uma cerimonia realizada em razão do Dia da Armada no porto de Bandar Abbas, no sul do Irã.

Um alto oficial da Armada iraniana disse em junho passado à agência de notícias Fars que o Irã planeja construir três ou quatro classes de fragatas lança-mísseis Sina.

Durante o evento de hoje, ao que assistiu o comandante da Armada, contra-almirante Habibolá Sayari, também se incorporaram à frota dois submarinos ligeiros da classe Qadir.

Todos os seus componentes, incluídos o casco, radares e avançados sistemas de defesa, são de fabricação local, ressalta Fars.

Os submarinos da classe Qadir poderão cumprir diversas missões navais, em particular, de reconhecimento e combate nas águas territoriais, principalmente, no Golfo Pérsico e no Estreito de Ormuz que não são suficientemente largas para as manobras de grandes navios militares de superfície e submergíveis.

Dois aero-deslizadores, o britânico BH7 recondicionados por engenheiros locais e o de fabricação nacional SRNX, chamado Tondar (Viga), também engrossaram o arsenal da Armada iraniana na quarta-feira dia 28 de Novembro.

O ministro iraniana de Defesa, general de brigada Ahmad Vahidi, disse anteriormente que Tonar pode equiparar-se com diversos tipos de armamento, incluídos mísseis, metralhadoras e aparelhos aéreos não tripulados, ou drones.

É possível usar-lo para patrulhagem costeira, como navio de mando, em operações ofensivas de reconhecimento e missões anfíbias de medio alcance, para defesa assimétrica, transporte de pessoal e equipes ou na qualidade de ambulância marítima em missões de resgate.

fonte: http://sp.rian.ru/Defensa/20121128/155708131.html