Síria pede: a ONU deve verificar as armas de Israel.


O embaixador sírio na Organização das Nações Unidas (ONU), Bashar al-Yafari, instou nesta segunda-feira (16) o organismo mundial a pôr em sua agenda o caso das armas de destruição em massa do regime israelense.

“O capítulo das armas químicas na Síria está encerrado, é chegada a hora para que a ONU abra o caso dos arsenais de armas químicas, biológicas e nucleares do regime de Israel (…) se realmente busca estabelecer uma segurança permanente na região”, ressaltou Al-Yafari.

O regime de Tel Aviv é o único na região que nunca permitiu aos inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) que verifiquem suas instalações nucleares e nunca manifestou disposição para ratificar a Convenção para a Proibição das Armas Químicas.

Em declarações aos jornalistas à margem de uma sessão a portas fechadas do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU), Al-Yafari assegurou que o governo sírio aplainou o caminho para a eliminação de todas as suas armas químicas.

“Damasco realizou uma ampla cooperação com os inspetores da ONU para a destruição de todas as armas químicas existentes na Síria, o que foi confirmado no informe do chefe de especialistas internacionais, Ake Salstrom”, afirmou o diplomata sírio.

No marco de uma gestão responsável do governo sírio para ganhar a confiança da comunidade internacional e rechaçar o uso das armas químicas, a Síria se tornou em 14 de outubro membro pleno da Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPAQ).

Fonte: http://www.iranews.com.br/noticia/11361/siria-pede-que-onu-verifique-armas-nucleares-e-quimicas-de-israel