A eficiência da defesa aeroespacial russa é comprovada em 2013.


Estações de radar da parte ocidental do sistema de defesa aeroespacial da Rússia. fonte:russianforces.org

A defesa aeroespacial da Rússia detectou 40 lançamentos de mísseis em 2013.

Os sistemas russos de alerta antecipada de ataque com foguetes detectaram uns 40 lançamentos de mísseis balísticos e impulsores espaciais no ano passado, segundo informações da fonte das Forças de Defesa Aeroespacial da Rússia.

“Os sistemas de aviso antecipado e os meios de interceptação da defesa antimíssil detectaram quase 40 lançamentos de foguetes balísticos e impulsores espaciais, tanto nacionais como estrangeiros”, indicaram as fontes.

Segundo as fontes, esse resultado confirma o alto nível de disponibilidade operacional dos meios com que contam as Forças russas de Defesa Aeroespacial.

O conceito operacional do sistema de defesa costeira Bastion P emprega vários lançadores móveis cada um carregando dois mísseis Yakhont, capazes de atacar alvos a uma distância de 250 km da costa. Segmentação é fornecida por helicópteros ou outras plataformas aéreas, radares costeiros ou navios no mar. Cada unidade de lançamento está operando de forma independente, ou coordenar a sua actividade com um outro veículo de lançamento localizados até 15 km de distância, orientação, comando e controle são fornecidos pelo comando do veículo central e posto de comando regional, que pode ser localizado a mais de 25 km de distância. fonte: defense-update.com/20100920_yakhont_in_syria.html

No ano passado, as Forças de Defesa Aeroespacial puseram em serviço de teste o radar de nova geração Konteiner, para controlar o espaço aéreo da Europa. Instalado na república de Mordovia a 600 quilômetros ao leste de Moscow, o radar Konteiner tem um alcance superior a 3.000 quilômetros.

Além disso, a Rússia iniciou a instalação de unidades de defesa aeroespacial na zona do Ártico e a construção de um radar de alerta antecipado na região de Vorkutá, dentro do círculo polar ártico.

Em 2013 entrou em serviço operacional o radar de alerta antecipado em Armavir (no sul da Rússia), que compensou completamente o fechamento da estação de Gabala, na república do Azerbaidjão.

Continua a construção de outras estações da classe Voronezh, especialmente em Irkutsk, na Sibéria, e Kaliningrado, no ocidente do país, assim como nas regiões das cidades de Eniseisk (norte da Sibéria), Orsk (montes Urais) e Barnaul (Sibéria Ocidental).

Fonte: http://sp.ria.ru/Defensa/20140104/158926160.html

Veja também:

A guerra que acabou no momento em que começou: sistema antimísseis da Rússia impede início da guerra contra a Síria exatamente em 3/9/13.