A política européia contra a Rússia não tem futuro, segundo ministro alemão.


O mundo ocidental não pode dar solução aos principais problemas internacionais sem a participação da Rússia, mas também Moscow deve buscar os pontos de coincidencia com seus sócios ocidentais, declarou o ministro do exterior alemão, Frank-Walter Steinmeier.

“É preciso encontrar os pontos comuns com a Rússia para conferir um caráter mais construtivo da nossa cooperação. Só com a ajuda da Rússia seria possível resolver o problema iraniano e o problema de destrução das armas químicas da Síria. A política européia contra a Rússia não tem futuro”, destacou o chefe da diplomacia da Alemanha em conferencia sobre segurança em Munique.

Ao próprio tempo, Steinmeier manifestou que também Moscow “deve decidir que pontos comuns tem com a Europa e expor sua postura à respeito”.

Acrescentou que ultimamente ocorreram mudanças muito profundas no mundo. “Os conflitos se aproximaram das fronteiras da Alemanha. Em particular, me refiro a Ucrania”, apontou.

Ao comentar as desordens em Kiev e outras cidades ucranianas, o chanceler alemão pediu ao mandatario deo país eslavo satisfazer as exigências das forças de oposição, já que “o estopim de pólvora pode explodir a qualquer momento”. “Por isso devemos exigir que o presidente (Vitor) Yanukovich aceite as reivindicações da oposição”, concluiu.

Fonte: http://sp.ria.ru/international/20140201/159128663.html