Metade da força naval ucraniana poderá passar à Rússia.


Rússia poderia ficar com a metade da Armada ucraniana depois da incorporação da Criméia, admitiu o ex-comandante da Frota russa do mar Negro (FMN) e na atualidade chefe do comitê parlamentar da defesa, almirante Vladimir Komoyedov.

“Agora que se conhecem os resultados do referendo, podemos dizer que os navios instalados atualmente em Criméia, e é quase a metade da Armada ucraniana, em um princípio constituirão formalmente as forças marítimas de autodefesa da Criméia para depois incorporar-se à Flota do mar Negro”, declarou Komoyedov a RIA Novosti.

O almirante disse que se trata de vinte navios, entre eles as corvetas Lutsk y Ternopol, o navio de comando Slavutich e o submarino Zaporozhie, o único no arsenal da Ucrânia. A Frota do mar Negro, segundo ele, ficaria também com a ampla rede de bases navais em Sebastopol e Donuzlav, o aeródromo Belbek, unidades costeiras, assim como polígonos terrestres e navais. 1

Rússia aceitará militares ucranianos que escolham fazer parte das suas forças armadas.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin decretou o reconhecimento dos estudos e patentes militares aos oficiais ucranianos que se incorporem ao Exército e outras forças de seguranças russas.

O respectivo decreto foi subscrito durante uma reunião entre Putin e o ministro de Defesa, Serguei Shoigú, quem propôs a medida.

“Isso permitirá contratar estas pessoas antes que se resolvam os demais tramites, incluída a obtenção da nacionalidade”, disse o presidente ao firmar o documento.

O titular de Defesa informou que um grande número de oficiais ucranianos tem expressado seu desejo de prestar seus serviços na Rússia. “É um documento necessário para começar este trabalho”, assegurou.

Segundo o Kremlin, o decreto presidencial estabelece que as patentes militares e os documentos comprobatórios dos estudos e prestação de serviços nas forças armadas e de segurança da Ucrânia e Criméia “se declaram válidos” se o interessado apresentar o original dos documentos em questão.2

[1] RIA novosti [2] RIA novosti