Sinais de guerra: breve discurso de Vladimir Putin sobre o reforço da Defesa da Rússia.



– À medida em que os hotspots de guerra aumentam em todo o mundo, incluindo alguns na Europa, o discurso de Vladimir Putin pela Defesa da Rússia (o maior país da Europa), merece ser conhecido integralmente.

– A Rússia só fortalece suas defesas em seu próprio solo, ao contrário do Império guerreiro dos EUA, que continua seu impulso de ter cada vez mais bases.

– Depois de romper unilateralmente o acordo de desarmamento que o ligava à Rússia, o império guerreiro norte-americano ressuscitou abertamente a corrida armamentista.

Discurso firme e sereno.

Na sequência do pronunciamento dos EUA, na semana passada, da sua intenção de armazenar novas armas pesadas nas fronteiras imediatas da Rússia e enviar, através dos oceanos, novas e importantes tropas, o Fórum Técnico-Militar Internacional EXÉRCITO-2015 foi uma oportunidade para Putin mostrar que a Rússia assume o desafio diante de si e até tomou a liderança tanto em matéria de armamentos, como na modernização de seu exército. As sanções ocidentais contra a Rússia não fazem efeito.

Vladimir Putin na abertura do fórum internacional técnico-militar Exército-2015 com o Ministro da Defesa Sergei Shoigu.

O discurso de Vladimir Putin na íntegra, pronunciado no Fórum EXÉRCITO-2015 em Moscou 16 de junho de 2015:

Senhoras e senhores,

Tenho o prazer de recebê-los para a abertura de Fórum Internacional técnico-militar EXÉRCITO-2015. Localizado em um novo parque que chamamos: Patriota. Este lugar vai se tornar um importante centro cultural e de exposições do Ministério da Defesa russo. Após comissionamento completo, o complexo e sua infra-estrutura vão abrir amplas oportunidades para os visitantes.

Aqui você será capaz de ver encenações de batalhas famosas, lendárias, ficar a conhecer a história da aviação militar, da marinha e do exército e tomar parte em competições esportivas militares e técnicas extremas. Estou certo de que o novo parque vai se tornar um elemento importante no sistema de educação militar e patriótica da geração mais jovem.

Este é também um lugar ideal para demonstrar os mais recentes desenvolvimentos de equipamentos militares que fazem a reputação do país. As realizações da indústria de defesa do país motivam a primeira grande exposição da Rússia a demonstrar o seu potencial científico e técnico aqui no Parque Patriótico.

Ao contrário de outras exposições especializadas, esta irá mostrar a mais ampla gama de produtos para fins militares, incluindo armas ligeiras e veículos blindados, robôs de combate e sistemas de controle que determinam o estado atual e futuro das nossas forças armadas; equipá-los com a tecnologia das armas modernas e avançadas continua a ser uma tarefa fundamental do desenvolvimento das nossas capacidades militares. Damos sempre uma atenção especial à implementação do programa de armamento e modernização do complexo militar-industrial e continuaremos a fazê-lo no futuro.

Portanto, este ano, iremos fornecer mais de 40 novos mísseis balísticos intercontinentais para a nossa força nuclear. Eles serão capazes de superar todos os sistemas mais avançados tecnicamente de defesa anti-mísseis.

Em abril, concluímos o trabalho em grande escala sobre a estação de radar em Armavir. Nos próximos meses, queremos testar uma nova unidade de radar para detectar alvos aéreos à longa distancia. Essa unidade destina-se a controlar a área estratégica Ocidental. Vamos começar a construir uma unidade semelhante este ano para a área oriental.

Vladimir Putin discursa na abertura do fórum internacional técnico-militar Exército-2015.

As tropas estão equipadas com veículos blindados novos baseados no Armata universal; Kurganets de plataformas e Boomerang, bem como embarcações com propulsão própria, Koalitsiya-SV.

As capacidades de combate dessas máquinas são incomparáveis. Eles foram apresentados pela primeira vez no desfile militar em 9 de maio, quando celebramos o 70º aniversário da Vitória na Grande Guerra Patriótica.

Nós estamos ativamente melhorando a capacidade de combate das nossas forças aéreas e navais. Este ano, um novo submarino cruzador estratégico, Vladimir Monomakh, vai entrar em missão de combate. Vamos aumentar nossa frota de superfície e componentes de aeronaves.

Esperamos que a nossa indústria de defesa mostre uma maior eficiência e maior produtividade, ao mesmo tempo, em termos de reforço da segurança da Rússia e da sua economia, e em termos de desenvolvimento de bases científicas e tecnológicas na Rússia.

Armamentos em ordem de serviço para 2015.

Gostaria de lembrá-los que, após a implementação do programa de armamento, a parcela de armas modernas deve aumentar em até 70 por cento e em alguns casos até 100 por cento em 2020. Esta é uma meta ambiciosa. Acreditamos na indústria de defesa e nas instalações de pesquisa e centros de projetos. Vamos mobilizar todos os nossos esforços para implementar esses programas de qualidade.

Claramente, uma indústria de defesa eficaz é um recurso importante para o crescimento da economia em geral. Além disso, os impactos da indústria de defesa refletem em muitos aspectos tecnológicos e produtivos e continua a ser a força motriz para o desenvolvimento de inovações, incluindo a dupla utilização, com repercussões nos ramos civis da economia, da energia, engenharia, comunicações, microeletrônica, etc.

Na abertura do Fórum Técnico-Militar Internacional EXÉRCITO-2015. Na fila da frente, da esquerda para a direita: O chefe do Estado Maior das Forças Armadas da Rússia e o primeiro vice-ministro da Defesa, Valery Gerasimov, o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, o ministro adjunto da Defesa, Tatyana Shevtsova.

É importante melhorar os mecanismos de parcerias público-privadas neste campo, espalhar a experiência positiva das empresas privadas que fornecem peças e componentes para a produção militar e, naturalmente, envolver mais ativamente as sociedades civis, universidades e centros de investigação na execução da ordem de defesa do Estado.

Eu quero enfatizar que nossas armas e equipamento militar permanecem em alta demanda no mercado global de armas. Ao longo dos últimos anos, tem havido uma demanda constante, conforme a carteira de encomendas foi desenvolvida para os próximos anos.

Delegações de 59 países participam neste Fórum. Durante a cerimônia de abertura, há também visitantes de outros países. Esperamos que, como parte das apresentações programadas, qualquer um seja capaz de obter mais uma prova da eficácia e da alta confiabilidade dos produtos militares russos e descobra novas oportunidades para o contato a longo prazo.

Hoje, as empresas russas podem fornecer toda a gama de serviços – fornecimento de armas e equipamentos, manutenção, serviço, manutenção e treinamento de pessoal pós-venda. E, claro, as empresas russas querem expandir as áreas de cooperação com parceiros estrangeiros.

Quero enfatizar que estamos abertos à cooperação, para trabalhar em conjunto, o desenvolvimento conjunto de armas promissoras, e lançar novos projetos inovadores.

Amigos

Eu gostaria de desejar aos participantes e convidados do fórum Exército-2015 trabalhos produtivos, contatos e encontros interessantes e bons resultados para o seu trabalho conjunto.

Obrigado pela atenção de vocês. (Fonte: o Kremlin)

Apresentação do discurso de Vladimir Putin para FranceTV – link direto para o video aqui ou seguindo o link medias-presse:

Anotar:

– Este vídeo sugere que Putin teria dito que esses mísseis nucleares intercontinentais poderiam “chegar aos Estados Unidos.” Esta é uma apresentação enganosa, mesmo sendo efetivamente mísseis intercontinentais de defesa e podendo chegar a todas as partes do mundo. O presidente russo não mencionou nenhuma vez os EUA, nem suas ameaças às fronteiras da Rússia durante este discurso, ao contrário, mostra um destacamento completo.

– Note também neste comentário muito orientado, a inversão de “ameaça escalada” que seria russa. Enquanto a Rússia está equipando sua própria defesa em seu próprio solo, não há nenhuma censura nos EUA se eles também configurarem armas e seu exército em seu próprio solo.

– O que foi difícil de digerir, provavelmente no campo ocidental, foram as sanções ocidentais que fortaleceram a popularidade de Vladimir Putin, o patriotismo russo e que permitirá o vôo da indústria russa. As sanções ocidentais estão, em última instância, operando como contra a UE e contra a paz.

Autora: Emilie Defresne

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: medias-presse