Rússia envia a Síria seu mais moderno helicóptero de ataque, o KA-52.


A Rússia decidiu fornecer várias dezenas de helicópteros KA-52 Kamov Alligator à Siria. Estes helicópteros, considerados os mais modernos helicópteros de ataque do mundo, serão enviados para a base de Hamaiman.

Este helicóptero é operado por dois pilotos, sentados um ao lado do outro, e realizou seu primeiro vôo de provas em 1997. O helicóptero pode atuar em qualquer condição atmosférica e lançar diversos mísseis de combate. Sua principal característica é seu rotor coaxial.

O helicóptero mede 16 metros de comprimento e 5 de altura, com um largura de 14,5 metros. Sua blindagem permite resistir a impactos de até 20 mm.

O helicóptero está armado com metralhadoras e mísseis, incluindo mísseis antitanque guiados por laser Vikhr, e pode destruir blindados, fortificações e concentrações de tropas inimigas. Também tem canhões 2A42 de 30 mm.

Também pode transportar mísseis antiaéreos e destruir outros helicópteros, aviões que voem baixo e drones.

A Rússia já tem implantado os helicópteros russos Mi-24 e Mi-28 na Siria.

Mesmo tendo um papel menos noticiado na mídia que os aviões os helicópteros russos na Síria têm importancia igualmente relevante no apoio direto às tropas. Os helicópteros foram responsáveis pela morte de centenas de terroristas na Síria e aniquilaram suas concentrações e fortificações.

Os helicópteros russos não só estão implantados na base de Hamaiman. Segundo fontes israelenses, de 4 a 6 helicópteros de ataque Mi-24 tem sido implantados na base aérea Tiyas-T4. Esta base está situada no centro da Síria, a 50 km ao leste de Homs e a 60 ao oeste de Palmira. A base é o lugar onde estão as esquadrilhas 5 e 827 da Força Aérea síria, equipadas com uns 22 aviões de combate (caças MIG-25PDS, aviões de reconhecimento MIG-25RBT e os bombardeiros táticos Su-22M-4).

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Almanar