EUA bombardeia Aleppo atingindo civis e a acusa a Rússia.




COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

De acordo com a Rússia, as acusações dos EUA sobre o suposto atentado russo de dois hospitais em Aleppo é “absurdo”.

Aeronaves de ataque ao solo A-10 dos EUA realizaram na quarta-feira ataques aéreos na cidade síria de Aleppo, disse na quinta-feira o representante oficial do Ministério russo da Defesa, Igor Konashenkov.

Segundo ele, a Rússia, por outro lado, não lançou nesse dia nenhum ataque a esta cidade.

Assim, Konashenkov respondeu às acusações do Departamento de Defesa dos EUA, que na quarta-feira através de seu porta-voz, Steve Warren, acusou Moscou de ter destruído dois grandes hospitais na cidade síria.

O porta-voz do Pentágono não forneceu “nem a hora [dos ataques], nem as coordenadas desses hospitais, ou as fontes dessas informações, literalmente nada”, observou Konashenkov.

“Quando essas declarações tão absurdas são feitas por ativistas dos direitos humanos em Londres, é uma coisa”, mas quando é o Pentágono que as faz “isso é outra história”, reclamou.

“Dois aviões de ataque ao solo A-10 da Força Aérea dos Estados Unidos decolaram do território turco e entraram no espaço aéreo sírio em direção a Aleppo ontem [quarta-feira] e bombardearam ‘a todo vapor’ os seus alvos na cidade”, disse Konashenkov foi citado pela TASS.

“Temos analisado cuidadosamente todos os dados sobre alvos militares que foram atingidos na quarta-feira na província de Aleppo. Talvez possa afligir o coronel Steve Warren saber que ele falhou. Aeronaves russas não operaram ontem em torno da cidade de Aleppo”, disse ele.

“O objetivo mais próximo [dos aviões militares da Rússia] estava a mais de 20 quilômetros da cidade. Enquanto isso, sobre a própria cidade voava ativamente somente a aviação chamada coalizão contra o Estado islâmico”, acrescentou, afirmando que foram aviões e drones de ataque da coligação.

De acordo com ele, as forças armadas da Rússia não tiveram tempo suficiente para revelar precisamente quais nove objetos foram destruídos no ataque dos EUA, mas vão tentar fazer tão cedo.

Os EUA atacam com precisão?

O porta-voz do Pentágono, Steve Warren, disse quarta-feira que os EUA lança ataques aéreos “com precisão extraordinária”, acusando ao mesmo tempo a Rússia de realizar “bombardeios indiscriminados”.

Há um mês, o porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov disse que a Rússia “nem sequer planeja ataques aéreos quando há um risco de mortes entre os civis”, enquanto o Pentágono, pelo contrário, toma decisões sobre os ataques aéreos, se o número estimado de vítimas civis não exceder 50 pessoas. Outra grande diferença entre os dois países, disse ele, é que a aviação russa na Síria verifica as informações sobre os seus objetivos futuros através de vários canais.

Em 30 de outubro a aviação dos EUA bombardeou um hospital na cidade de Kunduz, no Afeganistão, deixando 30 mortos e moradores sem assistência médica. EUA, disse mais tarde que fora um “erro humano”, porque os pilotos confundiu o hospital com um prédio do governo.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: RT.com

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA