Irã apoia a proposta da Venezuela para estabilizar mercado de petróleo.




COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

O ministro venezuelano do Petróleo e Mineração, Eulogio Del Pino, reuniu-se com seu colega iraniano, Bijan Zangeneh em Teerã para discutir sobre a situação atual da indústria.

De acordo com o Ministério do Petróleo e Mineração da Venezuela, é a segunda parada de Del Pino em sua turnê nos países, membros e não-membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), produzindo à procura de ações conjuntas estabilizar o mercado.

O ministério informou que o objetivo das conversações é falar diretamente com os ministros para ouvir seus pontos de vista e tentar chegar a um consenso, a idéia não é só realizar a reunião, mas que todos os países participem em uma tentativa de chegar a acordos.

Del Pino e Zangeneh anunciaram que o Irã aprova a proposta, formalizada pela Venezuela em 14 de janeiro para realizar uma reunião extraordinária da OPEP, com a participação dos maiores produtores não membros da organização.

Além disso, o ministro venezuelano disse que a iniciativa venezuelana tem sido receptiva em outros estados membros do grupo, juntamente com o Irã, incluindo Iraque, Argélia, Nigéria e Equador.

Outros países não-membros, como a Rússia e Omã também disseram que vão participar da reunião, caso seja convaocada, disse em nota de imprensa ministerial.

A Venezuela acredita que deve haver um preço de equilíbrio no mercado mundial que permita estabilizar e planejar os investimentos necessários para sustentar a produção.

Os preços atuais estão abaixo desse equilíbrio e isso dá motivos aos especuladores e à instabilidade da indústria, disse Del Pino em Teerã.

Ao recordar que o Irã, primeiro país membro da OPEP que visita a este país é um dos fundadores da organização, o ministro disse que as nações que detêm nessa categoria têm a obrigação histórica de recuperar o papel do Estado.

Por sua parte, o ministro Zangeneh saudou a visita de Del Pino e sublinhou que a Venezuela e o Irã têm uma relação estratégica, especialmente no setor de petróleo, bem como uma visão compartilhada em face das atuais condições de mercado.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Almanar

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA