Caças Su-30 russos atiram contra caças israelenses na Síria.



COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

Caças Su-30 da Força Aérea russa dispararam duas vezes contra caças israelenses F-15, de acordo com o jornal israelense Yediot Aharonot.

O jornal não mencionou datas ou locais para este incidente ou se os aviões israelenses foram atingidos.

Caças F-16 da Força Aérea israelense.

De acordo com o site israelense Debka, o incidente aconteceu na quarta-feira. A informção é que quatro caças F-16 israelenses se aproximaram da base aérea síria de Hamaimim, onde estão situadas as forças russas na Síria. O comando russo enviou dois de seus caças Su-30 para interceptar a aeronaves israelenses. Também colocou suas baterias antiaéreas S-300 e S-400 em estado de alerta.

Após o incidente com disparos, os aviões israelenses derão meia volta e, em seguida, os Su-30 retornaram à base.

Enquanto isso, o canal israelense Canal 10 disse que um avião russo se aproximou de um israelense na costa mediterrânea da Síria na semana passada, mas não houve nenhum contato entre eles.

Israel tem repetidamente violado o espaço aéreo sírio e bombardeado alvos no interior do país, lutando contra militantes apoiados desde o exterior.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu levantou a questão com o presidente russo Vladimir Putin, quando ele visitou Moscow. Anteriormente, Putin recebeu o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas.

No mês passado, o jornal israelense Haaretz disse que o rei Abdullah II da Jordânia tinha indicado que aviões jordanianos F-16 que apoiaram aviões israelenses protagonizaram um outro incidente com aeronaves russas na fronteira sírio-jordaniana, mas não mencionou o momento certo onde isso aconteceu.

Abdullah II fez as declarações durante uma visita ao Congresso dos EUA em 11 de janeiro.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Almanar

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA