Aviões russos vão assediar navios da Marinha dos Estados Unidos em mares próximos.


COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

SU-24 voando sobre USS Ross no mar Báltico.

O último encontro foi uma intimidação beirando a imprudência.

Um porta-voz da Casa Branca disse que jatos russos voando repetidos rasantes próximos de um destróier dos EUA no mar Báltico em 11-12 de abril infringiu regras ao sobrevoar as forças militares em águas internacionais e no espaço aéreo. O Ministério da Defesa russo disse que o avião de ataque Su-24 agiu de forma segura, apesar de as imagens de vídeo da Marinha dos EUA mostrarem um jato aproximando-se a menos de dez metros do USS Donald Cook, durante um exercício com as forças polonesas. O avião de guerra provavelmente veio de Kaliningrado, um enclave russo na fronteira com a Polônia. Este é de longe o mais próximo encontro em uma série de incidentes nos últimos dois anos. Em maio de 2015, jatos russos vieram a menos de 500 metros de um destróier dos EUA no Mar Negro, e em junho eles voaram passes acima de embarcações dos EUA e da OTAN durante exercícios no mar Báltico.

Nosso julgamento

Os militares russos continuarão a sondar o Báltico e as defesas escandinavas e tentar empurrar para fora a presença naval dos EUA do Mar Negro e do Báltico. Moscow irá calibrar seus espetáculos provocantes de força, mas o último incidente destaca os perigos do erro de cálculo em meio a tensões sobre a Síria e a Ucrânia.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: dailybrief.oxan.com

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA