A Rússia inicia a criação de elementos do sistema de mísseis balísticos sobre ferrovia.


COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

A Rússia começou a criação de elementos separados do sistema de mísseis balísticos Barguzin rail-mobile, segundo uma fonte no complexo da indústria de defesa russa.

“A documentação do projeto foi elaborada, elementos separados do sistema estão sendo criados, mas não há prazo específico para a sua conclusão até tornar operacional”, disse a fonte.

Segundo a fonte o prazo será estabelecido em 2018.

Em 2014, o comandante do russo das Forças de Mísseis Estratégicos, Sergei Karakayev, disse que a decisão do presidente da Rússia de começar a reconstrução do sistema ICBM de base ferroviária Barguzin e seu projeto de engenharia avançada foi concluído. A Rússia retirou de operação os mísseis balísticos inter-continentais baseados em ferroviárias em 2005. Seu sucessor Barguzin, de acordo com as expectativas da força de mísseis estratégicos, irá superar de longe os parâmetros de seu antecessor e permanecer no serviço ativo pelo menos até 2040. O Novo Tratado Start faz não proibição a criação de tais armas.

De acordo com relatórios anteriores, um comboio de futuros sistemas Barguzin de mísseis ferroviários da Rússia vai levar até seis mísseis balísticos intercontinentais desenvolvidos com base no Yars ICBM e será equivalente a um regimento. Uma fonte da indústria de defesa russa disse à agência TASS que um regimento do sistema Barguzin recriado de nova geração será capaz de transportar seis mísseis balísticos intercontinentais Yars ou Yars-M. Uma divisão Barguzin será composta por cinco regimentos. Foi inicialmente planejado para colocar o sistema em operação em 2019-2020.

Em dezembro de 2015, uma fonte da Defesa russa disse a TASS que, devido a dificuldades financeiras dos trabalhos de desenvolvimento do Barguzin foram adiados por mais de um ano e estarão completos antes de 2020.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: TASS

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA