Rússia não vai permitir que os EUA desestabilizem a América Latina.


COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

Os EUA estão tentando secretamente derrubar os governos de vários países latino-americanos e quase provocou a saída do Brasil do BRICS. Pelo menos é o que diz um artigo publicado por ‘Contra Magazin’.

De acordo com a mesma letra, Moscow vai ajudar as nações da América Latina para proteger da interferência política dos EUA.

“A intervenção oculta dos EUA cada vez mais desestabiliza a América Latina”, disse a publicação austríaca.

O vice ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Ryabkov, disse que a política externa expansionista de Washington na região não passa despercebida.

“Nós vemos uma intensificação da política externa dos EUA nesta área, vemos tentativas de interferir nos assuntos internos de um grande número de Estados da região”, disse o vice ministro à publicação.

De acordo com o diplomata, Argentina, Brasil e Venezuela são apenas alguns dos exemplos mais óbvios. “No entanto, a Rússia não vai permitir aos EUA desestabilizar a América Latina”, acrescentou.

‘Contra Magazin’ disse que os países latino-americanos precisam encontrar não só soluções políticas, mas também regionais. Ryabkov sublinhou “a necessidade de estabelecer uma cooperação construtiva com os representantes da autoridade de todos os segmentos políticos dos países da região.”

Na América Latina tem ocorrido nos últimos anos mudanças políticas notáveis. Ryabkov salientou a “mudança óbvia de preferências políticas, não só para o centro, mas cada vez mais para a direita”.

A Rússia tem boas relações com muitos países da América Latina, recordou a publicação. Após o início das sanções contra Moscow pelos EUA e a Europa, a cooperação econômica entre a Rússia e os países da América Latina tem crescido, graças a uma série de acordos econômicos que foram assinados.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Almanar

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA