Golpe militar na Turquia expõe as intenções da OTAN de uma confrontação com a Rússia e obriga Turquia a escolher um lado.


COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

O golpe militar pró-OTAN fracassou em bem poucas horas. Os rebeldes fecharam imediatamente o Estreito de Dardanelos a todos os navios, para impedir que navios russos continuassem indo à Síria e voltando. Os organizadores do golpe queriam relações mais próximas com a OTAN e com Washington. Os turcos querem relações mais próximas com a Rússia, não com Washington. Os turcos querem sobreviver e comer, e manter-se aquecidos no próximo inverno. Para isso, precisam do mercado da Rússia e do gás russo. Todos já sabem que qualquer golpe pró-Washington significa guerra, ocupação do território, colapso da economia, miséria e morte de civis. Todos falam da Ucrânia, como exemplo do qual aprender.
Um homem envolto em uma bandeira turca passa por um veículo militar em frente ao Aeroporto Sabiha, em Istambul, Turquia 16 de julho de 2016.
1. O primeiro-ministro da Turquia disse que país que protege o líder oposicionista Gulan – que se acredita seja um dos organizadores do golpe militar – não pode ser amigo da Turquia. Desnecessário dizer que ele fala dos EUA. O que há é um grande passo da Turquia na direção da Rússia e da Eurásia e para longe do ‘ocidente’.

Parece que a Turquia decidiu que o lado contra-ocidente venceu o impasse com o ocidente, e que, afinal, os turcos não são, mesmo, ‘europeus’.

  1. Fala o prefeito de Ancara: Jato russo foi derrubado por gente leal à parte golpista do governo e por um seguidor do clérigo radical Gulen, para destruir as relações entre Turquia e Rússia.

  2. Erdogan mostra ser um milagre de resistência política. Não é um Yanukovich ucraniano, que vive escondido em Rostov. Para os que dizem que os militares “queriam” dar mais liberdade ao povo e resolver politicamente o problema curdo.

O golpe militar na Turquia foi pró-Washington e pro-OTAN e contra a Rússia. Basta entender isso. Ninguém precisa saber mais que isso.

Não apoio as políticas de Erdogan de manter muitos presos, inclusive oficiais militares e jornalistas, mas Erdogan é bom para a Rússia. Uma ‘Maidan’ na Turquia, e Washington reinando sobre a Turquia, seria realmente devastador.

  1. No início do golpe, a mídia-empresa ocidental e todos os ditos ‘especialistas’ e analistas militares mostraram-se favoráveis ao golpe. A Casa Branca, em silêncio. A Casa Branca manifestou apoio a Erdogan pela conta no Twitter, mas só depois que já não havia dúvida de que o golpe fracassara. Washington só é amiga para os dias de sol e brisa.

  2. Depois que o golpe fracassara, Donald Tusk apareceu, furioso, para dizer que agora a UE mudará suas relações com a Turquia. Oh, que ironia! Nem posso comentar já, tal a profundidade da ironia.

Agora, na página oficial da UE, lá está, manifestando apoio a Erdogan “democraticamente eleito”. Hehehe….

Todo o governo da UE está nesse momento na Mongólia, tentando persuadir os mongóis de que são nação verdadeiramente europeia e que, assim sendo, devem posicionar-se contra regimes antidemocráticos como Rússia e China. Os mongóis ouvem e acenam polidamente com a cabeça, enquanto pensam: “Boa coisa não querem, esses diabos branquelos”…

  1. Para futuras referências: a internet russa está a pleno vapor discutindo como as pessoas reagirão, se houver golpe contra Putin: iriam todos para as ruas apoiar o presidente no país inteiro e exigir ação firme das Forças de Segurança Nacional da Federação Russa, FSB.

  2. Erdogan disse que a “Turquia não pode ser governada da Pennsylvania“.

  3. Agora, o mais importante para a Turquia e ter boas relações com a Rússia.

  4. O primeiro-ministro da Turquia acaba de dizer que o [gasoduto russo] Ramo Turco [ing.Turkish stream] é muito importante para a Turquia.

  5. A Internet está cheia de imagens de Erdogan ganhando “um Oscar”, pelo desempenho em cena.

  6. A mídia-empresa ucronazista chora que a Turquia não é democrática e que Erdogan “tem de sair”.

  7. Soldados turcos, presos pelo golpe, dizem que foram informados de que participariam de um exercício. Nada sabiam de golpe e nada queriam ter a ver com ele.

  8. Veja imagem no Twitter
    #US #NATO #Incirlik Air Base in #Turkey está fechada & energia elétrica foi cortada. Governo tenta assumir controle sobre a base pic.twitter.com/GtuMJ8H3RL

— Scott’s Humor (@ScottsHumor) July 16, 2016

14. RIA Novosti, TASS e RT noticiam que participantes do golpe assumiram o controle da fragata Yavuz e sequestraram o comandante da Marinha Turca

Um grupo de apoiadores do golpe tomou a fragata Yavuz na principal base naval da Turquia, Golcuk. Também está em mãos de rebeldes o comanadante da Marinha Turca, como noticia a agência Reuters citando fonte militar grega.

RIA Novosti também noticiou que golpistas assumiram o controle da fragata Yavuz.

15. Oito membros do golpe militar pousaram na Grécia, a bordo de um helicóptero militar turco, e pediram asilo político. Grécia devolverá a Ancara o helicóptero. E aos fugitivos “serão aplicados os procedimentos prescritos na lei internacional” – disse a porta-voz do governo grego.

16. #Rusya E os líderes da #Türkiye reafirmaram acordo que normaliza as conversações bilaterais o mais cedo possível. pic.twitter.com/urBn8AKgIz

— RusEmbTurkey (@RusEmbTurkey) July 17, 2016

Siga-me no Twitter vídeos e imagens do golpe

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: The Saker.is

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA