Mísseis lançados de navios russos matam agentes israelenses em Alepo.


COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

Navio de guerra russo lança míssil de cruzeiro durante uma manobra.

Morrem uns 30 agentes israelenses e ocidentais num ataque de míssil de cruzeiro lançado por navios de guerra russos contra uma zona em Alepo, no norte da Síria.

“Navios de guerra russos dispararam três mísseis de cruzeiro tipo Kaliber contra a sala de coordenação de operações de agentes estrangeiros”, matando 30 militares, entre eles vários israelenses e ocidentais, informou a agência oficial russa Sputnik em sua página digital em árabe.

De acordo com a mídia que cita a “fonte sobre o terreno”, esta sala se encontra em Dar Ezza, região localizada na periferia ocidental da provincia de Alepo e perto do Monte Simeon. A zona se carateriza por uma cadeia de montanhas.

Sputnik também indicou que entre os mortos pelo impacto do míssil se encontram agentes de países como EUA, Reino Unido, Turquia, Arábia Saudita e Qatar. Os oficiais estrangeiros que perderam a vida na sala de operações dirigiam os ataques dos grupos armados em Alepo e a província vizinha, Idlib (noroeste).


O porta-aviões russo Almirante Kuznetsov entrará em combate com o Estado Islâmico na Síria – – HispanTV.com

O porta-aviões russo atacará a terroristas na Síria a partir de outubro, enquanto o presidente russo, Vladimir Putin, prepara o último impulso para exterminar o Estado Islâmico.

Rússia e EUA chegaram a um acordo sobre um cessar fogo na Síria em 9 de setembro, que entrou em vigor há uma semana, e indicaram que se o armisticio se manteve durante sete dias, poriam em marcha suas ofensivas contra os grupos terroristas do Estado Islâmico (Daesh, em árabe) e a Frente Fath al-Sham, antiga Frente Al-Nusra no país árabe.

No entanto, depois de múltiplas infrações do cessar fogo por parte dos grupos armados ilegais e o polêmico ataque aéreo da chamada coalisão anti-EI, liderado por EUA, contra uma posição do Exército sírio, que se resultou na morte de uns 90 militares sírios no momento que lutavam contra o EI, o exército do país árabe anunciou na segunda-feira o fim da trégua de uma semana.

Desde então, o Exército sírio, apoiado pela força aérea russa, retomou suas ofensivas contra os grupos terroristas em Alepo. Na capital homônima de Alepo, os soldados sírios continuam seus avanços nas partes do sul da cidade, conquistando o controle de vários pontos estratégicos.

“Vários armazens de munições já se encontram sob o controle do Exército sírio”, informam meios de comunicação locais.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: HispanTV.com

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA