Conversações em Astana: Rússia, Irã e Turquia não encontram solução militar para a guerra da Síria.


Uma reunião internacional sobre o assentamento sírio começou na capital do Cazaquistão no dia 23 de janeiro, com a participação de várias delegações, incluindo a oposição armada síria, o governo em Damasco, Rússia, Irã e Turquia.

Rússia, Irã e Turquia reiteraram que não há solução militar para a guerra síria e que apenas um processo político pode resolver a crise. Os Estados reafirmaram seu compromisso com a independência e a integridade territorial da Síria.

Os garantidores “expressam sua convicção de que não há solução militar para o conflito sírio e que só pode ser resolvido através de um processo político”, dizia a declaração.

“Reafirmam seu compromisso com a soberania, independência, unidade e integridade territorial da República Árabe Síria como um Estado multiétnico, multireligioso, não-sectário e democrático”, dizia a declaração.

Além disso, foi anunciado oficialmente que será estabelecido um grupo trilateral sobre o controle do cessar-fogo sírio. No início do dia, uma fonte confirmou que os meios de comunicação anteriores informam ao Sputnik que Moscow, Ancara e Teerã formarão um mecanismo para monitorar as violações da trégua na República Árabe.

Rússia, Irã e Turquia apoiaram em uma declaração conjunta a determinação da oposição síria para participar das próximas negociações em Genebra.

A declaração conjunta foi anunciada pelo ministro das Relações Exteriores do Cazaquistão, Kairat Abdrakhmanov.

Rússia, Turquia e Irã concordam com mecanismo para monitorar o cessar-fogo na Síria.

Rússia, Turquia e Irã concordaram com a criação de um mecanismo trilateral para monitorar o cessar-fogo na Síria, informou a agência de notícias Anadolu, citando uma fonte diplomática. Mais tarde, uma fonte confirmou o relatório em um comentário para Sputnik.

Um encontro internacional sobre o assentamento sírio começou na capital do Cazaquistão no dia 23 de janeiro.

Uma fonte turca confirmou posteriormente a Sputnik que Moscow, Ancara e Teerã estão discutindo um mecanismo trilateral para monitorar o cessar-fogo na Síria.

“O acolhimento pelo cessar-fogo na Síria é uma das questões-chave nas negociações. Turquia, Rússia e Irã estão discutindo a questão de formar um mecanismo trilateral para monitorar a trégua síria. Espera-se que os representantes dos três países realizem reuniões regulares para monitorar o cessar-fogo”, disse a fonte.

Também ressaltou que a Turquia e a Rússia estão em estreita cooperação sobre o assentamento sírio. Falando sobre a luta conjunta contra o ISIL (Estado Islâmico) e antigos grupos terroristas da Al-Nusra, disse a fonte: “As partes chegaram a um acordo sobre esta questão”.

Um projeto de declaração conjunta do Irã, Rússia e Turquia sobre as negociações de Astana reafirma a determinação dos países em lutar contra o ISIL e o Jabhat Fatah Al-Sham.

O cessar-fogo nacional na Síria apoiado por Rússia e Turquia entrou em vigor em 30 de dezembro e foi posteriormente apoiado por uma resolução do Conselho de Segurança da ONU. A Rússia e a Turquia estão monitorando e registrando diariamente as violações da trégua.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Sputnik News

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
http://wp.me/p26CfT-4zq


Acompanhe a série “Como será a vida no futuro: A Agenda Oculta da Nova Ordem Mundial” publicada todos os domingos em Dinâmica Global.

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA