China vai construir novo foguete para competir com a Rússia.


A China vai criar um meio de elevar a capacidade do foguete de nova geração Chang Zheng-8, segundo os relatórios de TASS.

Diz-se que o novo veículo de lançamento será utilizado para o lançamento de satélites comerciais. O foguete irá reduzir significativamente os custos em campo, dizem os especialistas.

O design da unidade central do foguete segundo foi dito incorporará a tecnologia de Chang Zheng-7 e Chang Zheng-3A. Acredita-se que os solid boosters (motores do foguete) podem ter dois metros de diâmetro. O teste de lançamento está previsto para o fim de 2018. O novo veículo de lançamento será capaz de entregar até 4,5 toneladas de carga em sincronia com a órbita do sol.

EUA acusa China de roubar planos para a guerra do futuro.

A China começou a desenvolver um programa de exploração espacial em outubro de 1956. O primeiro local de lançamento chinês – Jiuquan – foi construído em 1958, na Província de Gansu. Em setembro de 1960, a China realizou um lançamento bem sucedido de um foguete de fabricação soviética, a partir do local, enquanto que o bem-sucedido lançamento do primeiro foguete fabricado na China foi realizado em novembro de 1960. Espera-se que a China construa sua própria estação espacial em 2020. A próxima etapa do programa de exploração espacial da China é a realização de um vôo tripulado à Lua.

Leia também: As três maiores potências militares da Terra: Como comparar as forças armadas de americanos, russos e chineses?

Leia também: Nova corrida armamentista: China desenvolve seu poder naval e lança destroyer Tipo 055.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Pravda.ru

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
http://wp.me/p26CfT-4Py

Acompanhe a série “Como será a vida no futuro: A Agenda Oculta da Nova Ordem Mundial” publicada todos os domingos em Dinâmica Global.

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA