O Programa de arma nuclear da Coréia do Norte não terminará até o “equilíbrio de força real” ser alcançado.


O líder supremo Kim Jong-un, da República Popular da Coréia (RPDC), prometeu que o Exército Popular da Coréia continuará refinando seus mísseis balísticos e capacidades de dissuasão nuclear até que Pyongyang possa combinar completamente com o poder dos militares dos EUA, segundo relatórios da KNCA.

O mais recente lançamento de mísseis balísticos foi “guiado” pelo próprio Kim, o que é um tanto usual para os 33 anos de idade. O outro objetivo de Kim é “fazer os governantes dos Estados Unidos não se atrevem a falar sobre a opção militar para a RPDC”, afirmou o líder da KCNA.

KCNA, um dos porta-vozes estatais de Pyongyang, informa que o teste Hwasong-12 de sexta-feira (15) demonstrou a precisão e a eficácia do míssil.

Falando durante o lançamento de um míssil balístico na sexta-feira (15) em Pyongyang, Kim disse que o estado comunista quase atingiu “o objetivo de completar sua força nuclear”, apesar de “sanções e bloqueios ilimitados”, de acordo com a KCNA.

Vasily Nebenzia, embaixador da Rússia na ONU, disse que “acreditamos que todas as ameaças, testes, lançamentos de mísseis e ameaças mútuas devem ser abandonados e que sejam necessárias negociações substanciais”, após uma reunião do Conselho de Segurança da ONU chamada após o último teste de míssil da Coréia do Norte.

O projétil alcançou cerca de 2.000 quilômetros de distância, passando acima das cidades japonesas, antes de cair no Oceano Pacífico. O míssil atingiu uma altitude máxima de 770 quilômetros.

“Conforme consideramos a melhor ofensa representada por um regime hostil na Coréia do Norte, a nação menos livre do mundo, primeiro olhamos para nossos aliados regionais, Coréia do Sul e Japão”, disse o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, a jornalistas na tarde de sexta-feira.

“O Comando do Pacífico dos Estados Unidos detectou e rastreou o que conforme avaliamos foi um único lançamento de mísseis balísticos da Coréia do Norte”, disse o porta-voz David Benham, sexta-feira, diretor de operações de mídia da USPACOM. A “avaliação inicial indica o lançamento de um míssil balístico de alcance intermediário”.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Sputnik News.com

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
http://wp.me/p26CfT-5Xv

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA