Onde estão as principais bases militares em terras estrangeiras no mundo?


À medida que o governo britânico examina se poderia manter a base de Trident em uma Escócia independente, eis aqui um olhar sobre algumas das principais bases militares em terra estrangeira – excluindo o Afeganistão – ao redor do mundo.

O mapa a seguir mostra a lista dos países que possuem bases militares em terra estrangeira.

Clique na imagem para ampliar. [res. 1027 × 541]

REINO UNIDO:

1) Escócia

A base de Faslane, na Gare Loch, abriga a base de submarinos nucleares Trident do Reino Unido.

2) Alemanha

As forças britânicas terão deixado a Alemanha até 2020. No entanto, continua a existir uma presença significativa, com a guarnição do Reno como sede.

Os EUA também têm 48 mil soldados na Alemanha.

3) Gibraltar

O exército já esteve presente no Rock há mais de 300 anos, embora o último batalhão de infantaria no Reino Unido tenha deixado em 1991. Agora é o lar do Royal Gibraltar Regiment e atua como Base de Operação Conjunta para as operações do Reino Unido na região.

4) Chipre

Duas bases, em Akrotiri e Dhekelia, foram mantidas como território soberano britânico com independência em 1960. As bases são o lar do exército, da marinha e do pessoal da RAF.

5) Quênia

Uma unidade de treinamento do exército em Nanyuki, a 200 km ao norte de Nairobi, tem 56 funcionários permanentes e 110 funcionários rotativos, que trabalham com as tropas entrando para treinar.

A Grã-Bretanha também tem uma equipe de apoio à paz no Quênia, trabalhando na reforma do setor de segurança e remoção de minas.

6) Serra Leoa

Fundada em 2002 no final da guerra civil, a Grã-Bretanha possui um centro de assessoria e treinamento militar nos arredores de Freetown.

7) Falklands

Uma força combinada de exército, marinha e RAF é baseada nas ilhas.

8) Brunei

Um batalhão de infantaria e um voo de helicóptero Bell 212 são baseados no Brunei, que é usado como um centro de treinamento de guerra na selva.

9) Canadá

A área de treinamento em Alberta é equivalente em tamanho a todas as principais áreas de treinamento utilizadas pelas forças britânicas no Reino Unido e na Europa. Cerca de 1000 tanques e veículos blindados são mantidos lá para treinar 7 mil soldados por ano.

EUA:

10) Coréia do Sul

Existem 28.500 soldados americanos com sede em Seul, na guarnição de Yongsan. Eles se mudarão para Camp Humphreys, a 40 quilômetros ao sul da capital, no final deste ano.

11) Japão

Okinawa é o lar de cerca de metade dos 50 mil soldados da América estacionados no Japão.

12) Guam

A base da Força Aérea de Andersen é o lar de tripulantes de bombardeiros, enquanto os submarinos nucleares também estão alojados aqui.

13) Reino Unido

A América opera em seis bases da RAF no Reino Unido. A RAF Croughton é um dos maiores centros de comunicações militares da Europa e administra 30pc de todo o trânsito militar dos EUA na Europa.

14) Diego Garcia

Um território ultramarino britânico, a ilha era o lar dos Chagossianos – que foram expulsos pelos britânicos entre 1968 e 1973 para abrir caminho para a base americana. Agora está desabitada, com exceção do pessoal militar.

15) Baía de Guantánamo, Cuba

Cuba concedeu à América completa jurisdição e controle sobre essa parte remota da ilha em 1903, embora Cuba mantenha a soberania. É o lar do campo de detenção da Baía de Guantánamo, inaugurado em 2002 para prender prisioneiros da “Guerra contra o Terror”.

16) Qatar

Aproximadamente 5.000 soldados estão estacionados entre três bases e o US Combined Air Operations Center. A maioria das tropas americanas deixou a Arábia Saudita em 2003, no final da Guerra do Golfo, e o Catar é agora um dos principais centros. Eles também têm tropas estacionadas no Bahrein (lar da Quinta Frota), Kuwait, Omã, Emirados Árabes Unidos e Iêmen. No geral, na região do Golfo Árabe, há 40.000 militares americanos.

RÚSSIA:

17) Armênia

102ª base militar em Gyumri e 3624ª base aérea russa no aeroporto de Erebuni perto de Erevan.

18) Bielorússia

A Estação de Radar de Hantsavichy, [5] [6] o centro de comunicação naval de Vileyka perto de Vileyka, [3] e a 61ª Base de Combustíveis em Baranovichi. [7]

19) Cazaquistão

A Rússia manêm sua presença em três localidades nesse país. A Estação de Radar Balkhash perto do Lago Balkhash, a faixa de testes de mísseis antibalísticos de Sary Shagan, e a facilidade de lançamento espacial de Cosmódromo de Baikonur.

20) Síria

A Rússia mantém um centro de logística da marinha em Tartus, com 16 navios. É a única base fora da ex-URSS. Em janeiro, a Rússia foi forçada a negar que estava retirando seu pessoal da base, e enfatizou que o centro era composto por civis e não por militares.

21) Quirguistão

ARússia mantêm uma significativa presença no país na base aérea de Kant, no 338º centro de comunicação naval, numa série de testes de torpedos e numa estação sismográfica.¹

22) Tajiquistão

Mais de 7.000 soldados russos estão baseados no Tajiquistão, tornando-se a sua maior base na Ásia Central. O presente contrato entre a Rússia e o Tajiquistão termina em 2014, mas um novo acordo foi assinado, que permanece em vigor até 2042.

23) Abkhazia

A base acomoda pelo menos 3.000 soldados, incluindo unidades dos guardas de fronteira do Serviço de Segurança Federal da Rússia (FSB). As forças russas estão construindo instalações para uma base naval em Ochamchire, na costa norte.¹

24) Ossétia do Sul

Após a Guerra Russo-Georgiana em 2008, a Rússia manteve uma grande presença nas regiões disputadas da Abkhazia e da Ossétia do Sul. A Base Militar da Rússia na Ossetia do Sul possui cerca de 3.500 funcionários.²

25) Moldávia

A Rússia mantém uma força-tarefa importante na região separatista da Transnístria parcialmente reconhecida, para fins de manutenção da paz e para proteger um depósito de armas desativado.

26) Vietnã

A Marinha russa mantêm instalações de reabastecimento naval na Base Cam Ranh.¹

FRANÇA:

27) Abu Dhabi

A França abriu sua primeira base militar no Golfo em 2009 – a primeira instalação militar estrangeira construída pelos franceses há 50 anos e seu primeiro centro em um país que não era uma colônia. É o lar de 500 tropas.

28) Djibouti

O lar da maior base da França na África, além de uma importante base dos EUA.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fontes: telegraph.co.uk
¹ rferl.org
² wikipedia

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
http://wp.me/p26CfT-5XC

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA