As Forças de Defesa israelenses atacaram a artilharia síria em resposta a supostos bombardeios.


As Forças de Defesa israelenses [Israeli Defense Forces(IDF)] atacaram três canhões de artilharia sírios após o bombardeio supostamente realizado pelo exército sírio, disse o serviço de imprensa da IDF no sábado.

“No início desta manhã, 5 projéteis foram lançados na Colina de Golã da Síria. Em resposta, o IDF visou 3 canhões de artilharia sírios”, disse o IDF no Twitter.

É um segundo incidente na semana. Em 16 de outubro, as IDF declararam que seus aviões militares destruíram uma bateria antiaérea a leste de Damasco como resposta a um suposto ataque de mísseis contra uma aeronave militar israelense. A Síria não confirmou o incidente.

Israel e a Síria trocaram inúmeros ataques de dar-o-troco sobre as disputadas Colinas de Golã, que foram apreendidas por Israel durante a Guerra dos Seis Dias em 1967. O último ocorreu em setembro de 2017, quando as IDF atacaram as forças do exército árabe sírio na província de Hama. No entanto, as Forças de Defesa israelenses se recusaram a comentar esse incidente.

Recentemente, as IDF deram prioridade aos ataques contra o grupo xiita libanês Hezbollah, que ajudou o presidente sírio Assad a combater os extremistas religiosos sunitas.
Israel e os EUA consideraram Hezbollah um grupo terrorista há décadas, enquanto a Arábia Saudita e seus aliados do Conselho de Cooperação do Golfo fizeram essa distinção apenas no ano passado, refletindo a rivalidade sunita-xiita aquecida na região. Rússia, China e Irã não usam essa distinção.

As tropas iranianas também estão envolvidas na luta para ajudar a Síria, que também provocou a ira do vizinho Israel. O jornal político norte-americano Foreign Policy opinou, em 28 de setembro, que o envolvimento iraniano estava destinado a atrair Israel para o conflito.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: SputnikNews.com

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
http://wp.me/p26CfT-64L

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA