Defesas aéreas russas ameaçam a dominância do poder aéreo americano. EUA acusam Rússia e Irã de impedir a Síria de “seguir em frente”.


Falando durante uma audiência do Comitê de Serviços Armados do Senado em 13 de março, o general do exército Joseph Votel, comandante do Comando Central dos Estados Unidos, afirmou que a Rússia e o Irã estão desestabilizando a luta contra o ISIS na Síria e acusaram a Teerã e Moscou de impedir a Síria de “avançar”.

    “Nossa missão na Síria é estritamente focada na derrota do ISIS”, disse Votel. “A maior ameaça na Síria agora é toda a outra instabilidade que está ocorrendo que está impedindo o país de avançar … Certamente o Irã é um aspecto disso, mas também a Rússia”.

O general alegou que Moscou atua como “arsonista e bombeiro” alimentando tensões entre forças diferentes e depois tentando arbitrar disputas. Assim, a Rússia supostamente prejudica as relações entre a Turquia e os EUA.

    “Então, estou preocupado com esse papel que a Rússia desempenha no norte da Síria e como isso afeta todos os nossos relacionamentos e especialmente as relações entre nós e a Turquia”, disse ele, acrescentando que a Turquia tem sido “um parceiro chave na luta contra o ISIS aqui por um longo período período de tempo, e reconhecemos que têm preocupações legítimas com a segurança ao longo da fronteira do terrorismo”.

General Joseph L. Votel, Comandante do Comando Central dos EUA

O comandante do CENTCOM continuou dizendo que os EUA vão desafiar os esforços iranianos e russos na região.

    “O Irã tem sido um elemento chave do regime por um tempo … [A Rússia] também é um elemento chave do regime”, afirmou. Se a Rússia, a Síria e o Irã ganharem na região, “significa que lutaremos com essa influência do Irã nesta área específica e na influência da Rússia”.

Votel também disse que o cessar-fogo da ONU imposto no mês passado teve poucos efeitos e queixou-se de que o aumento das capacidades russas de defesa aérea na Síria ameaça o domínio do poder aéreo americano.

Em outras palavras, a Síria, a Rússia e o Irã são culpados de que os EUA não derrubaram o governo de Assad e instalaram um regime de fantoches no país. Agora, os EUA têm de digerir as consequências da sua política regional.


Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: https://southfront.org/u-s-centcom-russia-iran-prevent-syria-from-moving-forward-russian-air-defenses-threaten-u-s-air-powers-dominance/

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
https://wp.me/p26CfT-6sb

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA