EUA, Reino Unido, França realizam ataque massivo com mísseis na Síria: detalhes.


Em 14 de abril, os Estados Unidos, o Reino Unido e a França lançaram um ataque conjunto à Síria justificando suas ações com o suposto uso de armas químicas em Douma em 7 de abril.

Segundo o Ministério da Defesa da Rússia, as Forças de Defesa Aérea da Síria abateram 71 dos 103 mísseis lançados pelo bloco liderado pelos EUA.

• Quatro mísseis foram lançados na área do Aeroporto Internacional de Damasco. Todos os mísseis foram interceptados.
• 12 mísseis foram lançados no aeroporto militar de Al-Dumayr. Todos os mísseis foram interceptados.
• 18 mísseis foram lançados no Aeroporto Militar de Baly. Todos os mísseis foram interceptados.
• 12 mísseis foram lançados no Aeroporto Militar de Shayarat. Todos os mísseis foram interceptados.
• 9 mísseis foram lançados no Aeroporto Militar Mezzeh. Cinco mísseis foram interceptados.
• 16 mísseis foram lançados no Aeroporto Militar de Homs. 13 mísseis foram interceptados.
• 30 mísseis foram lançados em alvos nas áreas de Barzah e Jaramani. Sete mísseis foram interceptados.

O Pentágono rejeitou relatos de que as forças sírias haviam interceptado algo dizendo que os EUA e seus aliados “atingiram com sucesso todos os alvos”.

De acordo com esta versão, os EUA lançaram 105 mísseis contra as supostas instalações de “armas químicas” do governo de Assad.

• 76 mísseis – “Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Barzah”
• 22 mísseis – “Him Shinshar Local de Armazenamento de Armas Químicas”
• 7 mísseis – “Him Shinshar CW Bunker”

A situação está se desenvolvendo.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: South front.org

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
https://wp.me/p26CfT-6Ex

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA