Protestos anti-guerra atingem EUA, Reino Unido: “Tirem suas mãos sangrentas da Síria!”


Pessoas em várias cidades dos EUA e do Reino Unido, que juntamente com a França lançaram ataques aéreos na Síria após o suposto ataque químico em Douma, participam de manifestações antiimperialistas e anti-guerra exigindo “EUA fora da Síria”; mais manifestações estão planejadas.

No dia seguinte ao ataque conjunto a supostas instalações de armas químicas na Síria, manifestantes anti-guerra se reuniram na Union Square de Nova York para chamar o mundo para “defender a Síria e derrotar o imperialismo dos EUA”. Os cartazes diziam “EUA fora da Síria” e o Oriente Próximo” e “Nenhuma Guerra na Síria” e “EUA/OTAN Tirem suas Mãos Sangrentas da Síria”.

Uma manifestante, Eva Sahanna, disse à Press TV do Irã: “Os Estados Unidos não têm o direito de enviar esses ataques aéreos à Síria e seus aliados também não têm o direito de fazê-lo. Não há evidências de que (o presidente sírio Bashar al-) Assad tenha usado armas químicas.”

Pontuações demonstradas em frente à Casa Branca em Washington, DC, com banners, exigindo “Pare o racismo e a máquina de guerra em casa e no exterior”.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Almanar.com.lb

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
https://wp.me/p26CfT-6ED

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA