“Eu amo Israel”: Bolsonaro empurrou Netanyahu para reconhecer o movimento da embaixada durante a visita.


O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi recebido calorosamente pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, durante sua primeira visita a Israel, cumprimentando Netanyahu com um hebraico “Eu amo Israel” em uma cerimônia de boas-vindas no aeroporto Ben Gurion em Tel Aviv.

O líder brasileiro disse que foi uma “honra” visitar “Israel”, enquanto “firmemente” se compromete a “fortalecer a parceria” entre as duas entidades.

Durante a visita programada de quatro dias, espera-se que os dois políticos de extrema-direita assine vários acordos econômicos e políticos que visam consolidar a aliança entre o Brasil e Israel antes das próximas eleições israelenses de 9 de abril.

Os planos propostos incluíam o aumento da cooperação militar e de segurança com Israel, tendo assinado vários acordos que permitiriam maior cooperação entre as duas nações em defesa, segurança cibernética e colaboração policial conjunta.

Os acordos também envolveram planos ou a Petrobras do Brasil se envolver mais de perto com a exploração de petróleo e gás offshore de Israel. Nos últimos anos, Israel tem olhado para as reservas de petróleo do leste do Mediterrâneo, infringindo a zona territorial do Líbano e fornecendo um ator motivacional para a ocupação e o apoio dos EUA ao reconhecimento de sua reivindicação ao Golã da Síria.

A reunião também antecipará a posição do líder brasileiro em transferir a embaixada brasileira para Israel a Jerusalém, um passo que Bolsonaro prometeu em janeiro, mas não conseguiu formalizar.

Segundo relatos, o movimento foi veementemente contestado por oficiais militares em seu gabinete.

Na quinta-feira (28/03), o canal de notícias palestino Ma’an informou que o presidente brasileiro decidiu não abrir uma embaixada em Jerusalém, mas concordou em abrir um escritório de comércio em Jerusalém.

Até agora, os EUA e a Guatemala são os dois únicos países que mudaram oficialmente suas embaixadas para Jerusalém.

No entanto, a breve decisão de Bolsonaro de voltar atrás em uma declaração formal da embaixada foi desafiada pela visita de domingo.

O acordo para abrir o escritório de comércio, no estabelecimento de status diplomático entre os dois, deve abrir o caminho para uma mudança oficial da embaixada.

Em dezembro, Netanyahu disse que isso era uma questão de “quando, não se”.

De acordo com uma declaração de domingo do ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, o escritório de comércio era uma decisão tomada “como parte de sua embaixada”.

O Ministério das Relações Exteriores palestino respondeu no domingo com condenações contra o escritório de comércio entre o Brasil e Israel.

Salientando que o acordo era uma “flagrante violação da legitimidade internacional”, o ministério constituiu o estabelecimento do escritório comercial com status diplomático de “agressão direta contra o povo palestino e seus direitos”.

O presidente também acompanhou Netanyahu ao Noble Sanctuary, o local mais sagrado de Jerusalém, onde ele se juntou ao primeiro ministro em orações no Muro das Lamentações na segunda-feira (01/04) como o primeiro chefe de estado a fazê-lo. A praça, contendo a mesquita de al-Aqsa e a Cúpula da Rocha, tem sido palco de repetidas violências e trespassos por parte de colonos, as Forças de Ocupação de Israel (IOF) em suas reivindicações a Jerusalém oriental.

A visita foi uma declaração política reafirmando a reivindicação de Israel ao território de Jerusalém Oriental em que reside, ilegalmente anexada pela entidade ocupante em um movimento pós-1967, não reconhecido pela comunidade internacional.

A Segunda Intifada em 2000, lançada com o então primeiro-ministro Ariel Sharon, fez uma visita a Al-Aqsa, uma ação provocativa amplamente reproduzida pelos sionistas reforçando a hegemonia israelense sobre o território.


Autora: Julia Kassem

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Global Research.ca

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
https://wp.me/p26CfT-8gm

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA