Turquia deve considerar comprar aviões de guerra russos se os EUA se recusarem a fornecer o F-35.


Os Estados Unidos ameaçaram antes remover a Turquia do programa F-35 depois que ela se recusou a negociar um acordo com a Rússia para comprar seus sistemas de mísseis S-400, que, segundo Washington, podem comprometer suas aeronaves.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse no sábado que havia discutido com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sua possível visita à Turquia, bem como a intenção da Turquia de comprar os sistemas de defesa aérea S-400 e caças F-35.

“Conversamos sobre nossas relações com os Estados Unidos, conversamos sobre os S-400, conversamos sobre os F-35 e sobre o que poderíamos alcançar juntos. E conversamos sobre uma possível visita de Trump à Turquia”, disse Erdogan nos bastidores da cúpula do G20 no Japão.

Erdogan também ressaltou, citado pela Reuters, que acredita que a disputa sobre os S-400 será superada “sem nenhum problema” e acrescentou que sua contraparte americana apoiou a Turquia na disputa.

Enquanto isso, Ancara vai receber o sistema de defesa aérea S-400 em poucos dias, informou a Bloomberg na segunda-feira, citando a mídia turca. Em particular, o primeiro lote de s-400 será entregue em uma semana ou 10 dias, segundo a Bloomberg, citando o jornal Haberturk.

Além disso, de acordo com autoridades turcas, citadas pela Bloomberg, Ancara considerará a compra de caças russos se Washington se recusar a entregar aviões F-35 para a Turquia.

Washington repetidamente se opôs à compra dos sistemas de defesa russos por seu aliado da OTAN, dizendo que o S-400 é incompatível com os padrões de segurança da OTAN. No início de junho, o Pentágono alertou a Turquia de que a entrega de 100 caças F-35 seria interrompida e o treinamento em F-35 para pilotos turcos será cancelado se Ancara prosseguir com a compra dos sistemas russos.

Em dezembro de 2017, Moscou e Ancara assinaram um contrato de empréstimo para a entrega dos sistemas de defesa aérea S-400 à Turquia. Apesar das ameaças dos EUA de impor sanções contra Ancara, autoridades turcas disseram que a compra de equipamento militar é um direito soberano e descartou a possibilidade de abandonar os planos de aquisição dos sistemas S-400.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: SputnikNews

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
https://wp.me/p26CfT-8A1

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA