Arquivo da Categoria: guerra híbrida

Por que a Venezuela não foi derrotada.


“Apesar das duas décadas de pressão da maior potência imperial do mundo, que é responsável pela maior taxa de inflação do mundo, e apesar da apreensão ilegal de bilhões de dólares em ativos… Continuar lendo

A Guerra Híbrida da banca visa um mundo sem Estados para a classe rica.


“As Forças Armadas que só existem se existir um País deveriam prestar um pouco mais de atenção nesta guerra híbrida e nas consequências da contrarreforma da previdência para sua própria existência e de… Continuar lendo

A Guerra Híbrida na Venezuela se transformou depois das armas cibernéticas e sabotagem usadas para atacar a rede elétrica do país.


A guerra de eletricidade do regime de Trump na Venezuela é mais séria do que se acreditava. Na quinta-feira (07/03), a usina hidrelétrica de barragem de Guri, na Venezuela, foi atacada ciberneticamente às… Continuar lendo

Os EUA vencem guerra furtiva contra a Venezuela e esperam derrubar Maduro sem invadir.


Como a paralisação de energia paralisante em toda a Venezuela se estende por dias, em vez de horas, a suspeita cresce de que o país sul-americano sofreu um ataque em massa dos Estados… Continuar lendo

O petróleo está por trás da loucura do golpe de Washington na Venezuela?


Em 23 de janeiro, o vice-presidente dos EUA, Pence, enviou uma mensagem via Twitter dizendo que Washington reconheceu o presidente da Assembléia Nacional da Venezuela, Juan Guaido, de 35 anos, como o presidente… Continuar lendo

O planejamento de um golpe contra a Venezuela: Chile, 11 de setembro de 1973: Os ingredientes de um golpe militar. A imposição de uma agenda neoliberal.


Economia de Chicago: Ensaio de vestimenta neoliberal do Programa de Ajuste Estrutural (SAP) O principal objetivo do golpe militar apoiado pelos EUA no Chile era impor a agenda econômica neoliberal. A “mudança de… Continuar lendo

Venezuela: Provocação pré-planejada por Washington, “A abordagem adaptativa indireta” para a mudança de regime.


A Venezuela está no meio de uma Guerra Híbrida clássica, e analisar a abordagem adaptativa indireta à mudança de regime que está sendo aplicada pode ser instrutivo para identificar e compreender processos similares… Continuar lendo

EUA utiliza ONGs para alimentar o terrorismo na China.


O grupo de direitos humanos do Ocidente se mobilizou novamente – desta vez supostamente em apoio à minoria uigur chinesa, centrada principalmente na região noroeste de Xinjiang, na China. Manchetes e relatórios foram… Continuar lendo

A máquina de guerra dos EUA procura novo pretexto na Síria para trazer guerra ao Irã.


Enquanto a Síria está estabilizando a guerra maior, o conflito sírio em parte ainda está sendo perseguido pelos EUA, Israel e sauditas. Os projetos norte-americanos na Síria foram esclarecidos pelo general do Exército… Continuar lendo

Geopolítica de oleodutos: Rússia leva gás ao sul da Ásia.


O estudo russo-paquistanês de viabilidade de gás é a diplomacia energética no seu melhor. A Rússia está habilmente usando a perspectiva de investimentos transnacionais de energia em larga escala no sul da Ásia,… Continuar lendo

Próximo alvo da guerra híbrida? O que Washington está realmente fazendo na Armênia?


Houve uma especulação considerável nos últimos dias sobre se os recentes e contínuos protestos na antiga Armênia soviética constituem outra desestabilização da Revolução Colorida de Washington ou se representa simplesmente a revolta irada… Continuar lendo

Revoluções Coloridas e Levantes Populistas ‘Uma das mais importantes armas de guerra desenvolvidas por um país da OTAN’.


“Muito do que fazemos hoje foi feito secretamente há 25 anos pela CIA.” – Allen Weinstein, co-fundador do National Endowment for Democracy (1991) “Guerra é paz. Liberdade é escravidão. Ignorância é força.” –… Continuar lendo

Como circulam os vagões das Relações Internacionais na Eurásia contra as ameaças contemporâneas da Guerra Híbrida dos EUA.


As teorias das Relações Internacionais sobre o Balanço de Poder e Complexos de Segurança Regional não explicam suficientemente o surgimento simultâneo de três blocos de poder distintos mas interconectados na Eurásia, razão pela… Continuar lendo

O Brasil, como a Rússia, sob ataque da Guerra Híbrida. A soberania em jogo.


Revoluções de cores nunca seriam suficientes; O Excepcionalistão está sempre à procura de grandes atualizações estratégicas capazes de garantir a perpétua hegemonia do Império do Caos. Matéria publicada em 2016 descortinou a guerra… Continuar lendo

A inteligência militar dos EUA tem “democracia armada” em todo o mundo.


Não importa se é a marca de “democracia” dos EUA para exportação ou o modelo de governo nacional-específico que fortalece estados não-ocidentais, o conceito teórico por trás desse sistema foi armado por agências… Continuar lendo

O que aconteceu no Brasil: O resumo de uma revolução de cores dirigida pela CIA que revogou o governo, a economia e a sociedade civil.


Revolução de cores dirigida pela CIA no Brasil: a história de volta. Nota do Editor TMR: A nação do Brasil sofreu um ataque multi-frontal desde que mostrou independência de seus senhores norte-americanos em… Continuar lendo

Intervenção já! Pela soberania do Brasil?


O Brasil foi invadido e as Forças Armadas (FFAA) precisam expulsar, rapidamente, este inimigo que se apossou de nossa Nação. Os militares já estudaram no passado, nem tão remoto, que a invasão do… Continuar lendo

Por que a política externa de Trump pode resultar em 25 ‘Chernobyls’ na Ásia-Pacífico.


A política externa dos EUA pode levar a um pesadelo nuclear na Ásia-Pacífico, em comparação com o qual o desastre de Fukushima é um “foguete”, disse um especialista ao Sputnik, acrescentando que, em… Continuar lendo

EUA esmagam o Brasil para dominar a América Latina e travar guerra de conquista contra a região.


Os Estados Unidos estão ganhando posições na América Latina com a queda forçada de governos progressistas, avalia o sociólogo e analista político norte-americano James Petras. “Trata-se de uma grande ofensiva que enfraquece a… Continuar lendo

“Ordem Global” é um eufemismo para a Hegemonia de Washington.


O coronel Andrew Bacevich, professor da Universidade de Boston, serviu no Vietnã. Seu filho foi morto servindo no Afeganistão. Ele vem de uma família militar. Eu o conheço. Ele está entre os melhores… Continuar lendo