Wikileaks denunciou o envolvimento dos EUA nos papéis do Panamá.


COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

O WikiLeaks disse que as autoridades dos EUA estão envolvidas na publicação de documentos sobre os esquemas obscuros do escritório de advocacia panamenho Mossack Fonseca e nas acusações posteriores contra a Rússia, disse a agência Sputnik.

O jornal alemão Sueddeutsche Zeitung publicou anteriormente extratos dos papéis do Panamá, um relatório divulgado neste domingo pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ) com base no vazamento de documentos do Panamá pelo escritório de advocacia Mossack Fonseca, que supostamente mostram o envolvimento de vários chefes de Estado e de Governos em esquemas obscuros, incluindo várias pessoas ligadas ao presidente russo, Vladimir Putin.

“O ataque contra Putin a partir dos documentos do Panamá foi organizado pelo Projeto de Relatório do Crime Organizado e Corrupção (OCCRP), seu alvo é a Rússia e a União Soviética e foi financiado pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional e (o investidor norte-americano George) Soros, “WikiLeaks disse em seu Twitter oficial.

Disse que o financiamento direto destes ataques contra o presidente russo prejudica seriamente a reputação do governo dos EUA.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: Almanar

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA