Arquivo da categoria: Grécia

Crise no Mediterrâneo Oriental se aprofunda.


Apesar das tentativas feitas pela comunidade internacional para desacelerar o confronto em curso no Mediterrâneo Oriental, a crise na região continua a se intensificar.

Em resposta a uma “pesquisa sísmica” conduzida pelo navio de pesquisa Oruc Reis da Turquia em uma região também reivindicada pela Grécia, e para atender às demandas feitas por Atenas e Chipre, a União Europeia (UE) começou a preparar sanções contra a Turquia por causa dos seus esforços de exploração de gás em um território disputado do Mediterrâneo Oriental, caso o conflito não possa ser resolvido por via diplomática. O Alto Representante da União Europeia para Relações Exteriores e Política de Segurança, Josep Borrell, disse “ele iria começar a compilar uma lista de possíveis penalidades que seriam dirigidas a indivíduos, mas que poderia ser expandida para incluir bens, navios, bem como restringir o acesso da Turquia aos portos e suprimentos europeus”. De acordo com a Bloomberg, a UE “está empenhada em um ato de equilíbrio em relação à Turquia, buscando defender a soberania dos países membros Grécia e Chipre, enquanto espera que as iniciativas diplomáticas possam aliviar as tensões com um parceiro estrategicamente importante”.

Além disso, a liderança da OTAN e altos funcionários de seus Estados membros envolvidos no conflito mantêm conversas telefônicas regulares para diminuir as atuais tensões na região.

Ainda assim, Ancara continua com seus planos de exploração no Mediterrâneo Oriental. Pretende tirar partido de todos os recursos que, do ponto de vista da liderança turca, pertencem a Ancara nos mares Mediterrâneo, Egeu e Negro, recusando-se a interromper as suas pesquisas.

Recentemente, a França começou a desempenhar um papel cada vez mais ativo no conflito com a Turquia, especialmente após o surgimento de tensões entre os dois países por causa da guerra civil na Líbia e um incidente no mar em 17 de junho que envolveu navios de guerra franceses e turcos. Os desacordos entre os dois lados se intensificaram depois que a França decidiu juntar exercícios militares com Itália, Grécia e Chipre no Mediterrâneo Oriental, e “dois caças franceses e um avião de carga pousaram na administração cipriota grega” (“como parte de um acordo de cooperação de defesa assinado” em 1º de agosto). O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores turco disse que a implantação da aeronave em “Chipre violou os tratados relativos ao controle e administração da ilha após a independência da Grã-Bretanha em 1960”. Em resposta, há poucos dias, a Turquia anunciou que seu navio de exploração Oruc Reis iria “realizar pesquisas sísmicas em uma área disputada do Mediterrâneo oriental até 12 de setembro”. Em 28 de agosto, o presidente francês Emmanuel Macron disse não pensar que nos últimos anos a estratégia da Turquia foi a de um aliado da OTAN.

Em 27 de agosto, o parlamento da Grécia ratificou um acordo marítimo que o país havia assinado com o Egito, definindo anteriormente as fronteiras marítimas entre a Grécia e o Egito. O acordo irritou a Turquia, pois infringe sua plataforma continental e também se sobrepõe a zonas marítimas que a Turquia acertou com a Líbia no ano passado. Este acordo também demarca as fronteiras marítimas da Itália e da Grécia e confirma os direitos de pesca das ilhas gregas no mar Jônico. O porta-voz do governo Stelios Petsas apontou que a ratificação era urgente “devido às atividades ilegais da Turquia”. A Al Jazeera informou que o primeiro-ministro grego Kyriakos Mitsotakis disse ao parlamento que outro projeto de lei “aumentaria a zona costeira da Grécia no mar Jônico de seis (cerca de 11 km) para 12 milhas náuticas (22 km) segundo as convenções marítimas internacionais”.

Na Turquia, a ratificação do pacto entre a Grécia e o Egito é vista como uma resposta à assinatura do Tratado de Fronteira Marítima Líbia-Turquia no final de 2019 que visa estabelecer “uma zona econômica exclusiva no Mar Mediterrâneo”, o que significa que eles poderia começar a reivindicar “direitos sobre os recursos do fundo do oceano”. Em 26 de agosto, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan, pediu indiretamente à Grécia “que não tome medidas erradas” em meio às tensões em curso no Mediterrâneo Oriental e “acusou Atenas de cometer injustiça e pirataria no Mediterrâneo” com o apoio dos europeus.

À medida que o clima no Mediterrâneo Oriental continua a se deteriorar, a retórica também se intensificou e o futuro das relações entre a Grécia e a Turquia parece cada vez mais sombrio. Isso é evidenciado em um relatório publicado pelo jornal turco Star em 28 de agosto. De acordo com o coronel aposentado e especialista em segurança Ünal Atabay, se a Grécia arriscasse a guerra e ignorasse os direitos e interesses da Turquia, ela perderia “suas ilhas e a Trácia Ocidental”.

Nesse ínterim, os leitores turcos que comentavam as publicações da mídia, em particular as críticas à política de Ancara, começaram recentemente a pedir a retirada da Turquia da OTAN em favor da formação de uma aliança militar com a Rússia e a China.

Como Ancara não conseguiu encontrar defensores convictos de suas ações nos Estados Unidos, na OTAN ou na União Europeia, ela começou a procurar novos aliados, concentrando-se na promoção das relações com o Azerbaijão, a Geórgia e a Ucrânia. De fato, em 5 de agosto, exercícios militares conjuntos, envolvendo forças aéreas e terrestres turcas e azeris, foram conduzidos em Baku, Nakhchivan, Ganja, Kurdamir e Yevlakh.

Durante uma conversa telefônica em 22 de agosto, Recep Tayyip Erdoğan e o Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelenskyy discutiram a possibilidade de concluir “um acordo bilateral de cooperação na esfera da defesa até o final deste ano”. Em 3 de fevereiro de 2020, o Ministro da Defesa da Ucrânia e o Ministro das Finanças e do Tesouro da Turquia assinaram o acordo geral sobre cooperação de defesa. “Previa que o lado turco alocasse cerca de $ 33 milhões para as necessidades das Forças Armadas da Ucrânia para a compra de bens militares turcos e de dupla utilização”.


Autor: Vladimir Odintsov

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Fonte: New Eastern Outlook

Quer compartilhar com um amigo? Copie e cole link da página no whattsapp
https://wp.me/p26CfT-amD

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA