China prepara lançamento da sua primeira nave espacial tripulada.


Um quadro de arquivo datado de 25 de Setembro de 2008, mostra o foguete Long March II-F (CZ-2F) que transporta a nave espacial no Shenzhou VII decola do Centro de Lançamento de Satélite Jiuquan, na província Gansu, no noroeste da China. A cápsula de reentrada do Shenzhou VII pousou seguramente no Estandarte Siziwang da Mongólia Interior, uma Região Autônoma, em 28 de Setembro de 2008. O módulo espacial Shenzhou-7 da China que transportava os três taikonauts pousou de pára-quedas, seguramente e com sucesso no campo norte da China, depois de concluir uma missão de três dias que incluiu a primeira caminhada no espaço do país, anunciou o centro de controle de terra da missão. EPA/STR

 

A China planeja nos próximos cinco anos lançar 100 foguetes espaciais e colocar em órbita 100 satélites, anunciou a Administração Espacial Nacional da China no âmbito da sessão da Assembleia Popular Nacional.

Em 2011 a China efetuou 19 lançamentos de aparelhos espaciais – um lançamento mais do que os EUA, e ocupou o segundo lugar, após a Rússia, quanto ao número de lançamentos de foguetes. Em 2012 a China tenciona colocar em órbita 30 aparelhos espaciais, entre eles a cosmonave tripulada Shenzhou-9, que, segundo as estimativas, transportará a primeira expedição até à estação espacial chinesa Tiangong-1.

fonte: Voz da Rússia