Pensamento em série: Você é quem pensa ser que é?


COMPARTILHE NA REDE SOCIAL |

Pensamento em série é toda informação capaz de provocar mudança de opinião, promovendo num grupo e depois na sociedade uma opinião nova, com consequências e potencial de tornar uma realidade distorcida. É determinante para a alienação individual até alcançar um número maior de pessoas. O pensamento em série, como idéia, deixa a impressão sutil na pessoa que a possui (sugestionada), de que a idéia nova é fruto do seu pensamento ou teve sua contribuição.

Subliminarmente, como uma imagem pegando carona dos pensamentos ou de uma conversa paralela que a pessoa não lembra ter escutado, essa idéia submerge silenciosa no inconsciente e depois emerge sintomática.

O pensamento em série funciona como se descreve a seguir.

A pessoa absorve uma sugestão e tem a impressão de que a concepção da idéia, a composição das idéias preliminares e sua conclusão são suas. A pessoa pensa ser proprietária da idéia à qual atribui sua autoria. Tem a convicção de que todo o processo preemptivo da idéia pertence a ela. Foi então sugestionada.

A sensação de contentamento e por consequência a reação inconsciente de defesa da idéia são os sintomas automáticos de alguém cujos hábitos foram moldados e tem essa idéia a nortear a sua vida. Esse comportamento denuncia a característica inconfundível da pessoa militante, fabricada para trabalhar em prol da idéia.

Engenharia social: o produto é você.

Esse pensamento concede ao indivíduo militante a função de formador e propagador de opiniões, desenvolvidas a partir da idéia primária implantada. Isso acontece por que a pessoa compreende o novo pensamento como uma oportunidade de expressar algo de si, aufere muito valor por acreditar se tratar de um produto exclusivo de sua mente, como um ‘Sócrates’, a deduzir de reflexões e interpretações propriamente suas dos acontecimentos que a rodeiam.

Onde é originado esse pensamento.

Pensamentos em série são difundidos na TV, no cinema, em revistas, em jornais, em outdoors, na internet, em hologramas, em tudo onde possível veicular informação, mas principalmente entre as pessoas com a difusão oral. Essa última, ocorre quando informações ouvidas e vistas são reproduzidas sem nenhuma reflexão, de imediato, após a mente haver absorvido a idéia primária precedente à opinião sustentadora do pensamento em série.

Naturalmente jovens e crianças são hábeis difusores, pela facilidade de assimilação, necessidade de comunicar e espalhar novidades. Sendo assim, se apropriam de qualquer assunto para compartilhar com os amigos.

A necessidade de comunicar é o gatilho do pensamento em série, seu estímulo e agente de propaganda. Estimulada pela lembrança primária da informação induzida pelo poderoso apelo da exposição do pensamento em série a pessoa comunica. Ao perceber a aceitação das pessoas – pois as necessidades se reafirmam quando se preenchem num ponto de encontro onde se assemelham – uma crescente dependência de manifestar as emoções e os pensamentos faz aumentar a necessidade de exposição pessoal ao nível de um êxtase.

Esquema de propagação viral do pensamento em série. Algo que se propaga rápido na internet também é chamado de viral (!)

Em forma de realização o pensamento em série traz consigo a necessidade de expressar e, toda vez que comunica gera na pessoa – num contexto social – a sensação recompensadora de “não mais” sentir-se desajustada e antiquada. Nesse processo, aqueles de baixa-estima são os mais dedicados no processo de difusão, os narcisos os mais inflexíveis quando refutados.

Precedente perigoso para a alienação em massa.

De forma vibrante a pessoa mais simples pode ser capaz de encher olhos e corações ao seu redor, causar fúria e emoção com uma atitude propagadora convinvente, e outros, medianamente cultos, podem conquistar com argumentos bem colocados até os mais frios. Seria esse o objetivo, escalar para uma única mente. Todos agindo conforme o pensamento em série, num mundo semelhante a um propagador de informações em grande escala.

Somente um frenesi de bilhões de pessoas, competindo ao mesmo tempo por oportunidades raríssimas e essenciais num cenário de escassez pode explicar o que aconteceria num mundo no qual em minutos as pessoas resultassem com a sensação de tamanha vulnerabilidade: a de preencher a lacuna “preciso-disso”. Analizando assim, voce é convidado a imaginar onde as pessoas chegariam, do que seriam capazes para defender uma ideologia dessas.
͠Os propagadores são ferramentas dos idealizadores da engenharia social. ‘Curtir’, ‘compartilhar’, ‘seguir’, também são ferramentas de propagação de idéias.

Da necessidade de ter de compartilhar, seguir, comentar, a pessoa avança para um caminho sem volta. Num rumo para onde todo o comportamento dela, a partir daí, será como se tivesse nascido agora. Uma última vez a pessoa faz o julgamento “moral-ético” que fazia antes de qualquer atitude tomada: “-Se essa é minha contribuição para o pensamento coletivo, então isso não é ilegal. Se coopero com o que ‘todos’ acreditam, eu também acredito e isso é o certo”.

Você é realmente quem pensa ser, ou pensa através dos outros?

Eis aqui um convite sério para a reflexão: A informação se exponencializa mas o tempo tem o seu limite, assim como a capacidade de assimilar e distinguir se a idéia que uma sociedade legitimou e a norma que rege o cotidiano, em algum momento, podem ser testados individualmente sob um critério puro. Se não, é possível que nunca se possa dizer com certeza: “-Faço o que quero, porque quero, segundo a minha vontade”.

Experimento social: a maioria das pessoas são gado.

Comentário: No experimento a seguir, em video, as pessoas se levantam cada vez que ouvem um BEAP. “As pessoas não questionam porque os seres humanos são animais sociais e se você vai contra todas elas torna-se um estranho, uma ovelha negra. Acho que esta experiência é brilhante e fascinante. Eu não fico de pé porque desde que eu era pequeno eu sempre fui rebelde e sempre questionador das coisas e muitas vezes ia contra a corrente. Há um monte de pessoas como eu, mas por alguma razão a maioria das pessoas são apenas gado”.

Nota do autor:

Pode o leitor estar se perguntando se haveria saída para as pessoas tendo em vista as implementaçães tão perversas em curso nos dias atuais e futuros.
Então, depois de uma leitura pesada, me senti na consciencia e desejei compartilhar umas frases que encontrei:

A sabedoria está clamando, o discernimento ergue a sua voz;
Aos homens clama; a todos levanta a sua voz.

Inexperientes, adquiram a prudência; Insensatos, tenham bom senso.
Ouçam, pois tenho coisas importantes para dizer;

Todas as minhas palavras são justas; nenhuma delas é distorcida ou perversa.
Para os que têm discernimento, são todas claras, e retas para os que têm conhecimento.
Pois a sabedoria é mais preciosa do que rubis;
nada do que vocês possam desejar compara-se a ela.

“Eu, a sabedoria, moro com a prudência, e tenho o conhecimento que vem do bom senso.

Meu é o conselho sensato; a mim pertencem o entendimento e o poder.

Amo os que me amam, e quem me procura me encontra.

Quando ele estabeleceu os céus, lá estava eu,
Quando traçou o horizonte sobre a superfície do abismo, lá estava eu
Quando colocou as nuvens em cima e estabeleceu as fontes do abismo, lá estava eu,
Quando determinou as fronteiras do mar para que as águas não violassem a sua ordem,
lá estava eu,
Quando marcou os limites dos alicerces da terra, eu estava ao seu lado, e era o seu arquiteto;

Como é feliz o homem que me ouve, Pois todo aquele que me encontra, encontra a vida e recebe o favor do Senhor.
A inconstância dos inexperientes os matará, a falsa segurança dos tolos os destruirá; mas quem me ouvir viverá em segurança e estará tranqüilo, sem temer nenhum mal”.

A sabedoria de Salomão era maior do que a de todos os homens do oriente, bem como de toda a sabedoria do Egito.

Autor: Rod Oliveir

VISITE A PÁGINA INICIAL | VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA